CASA KOSÉ LOGO FINAL

Alopecia Feminina: Doença que virou centro de polêmica no oscar 2022.

CONTEÚDOS RELACIONADOS
CONTEÚDOS RELACIONADOS

Por: Vanessa Costa

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, 2% da população mundial é acometida pela doença e 5% desse número são mulheres. Uma doença capilar não contagiosa, mas que pode ser muito difícil de lidar por estar diretamente relacionada à autoestima das mulheres.

A alopecia androgenética feminina é um distúrbio causado por uma interrupção no ciclo de crescimento do cabelo. Um distúrbio, que pode ser transitório ou definitivo, que é uma das principais causas da calvície nas mulheres e afeta principalmente a região central do couro cabeludo.

É super normal perder de 50 a 100 fios de cabelo por dia, principalmente nas estações mais frias do ano, como outono e inverno. É motivo de atenção quando a quantidade de fios no ralo do banheiro ou na escova de cabelo aumenta significativamente, quando os fios ficam mais ralos e começam aparecer áreas totalmente vazias no couro cabeludo. Nesse caso, é preciso passar por uma avaliação médica para ver se não tem nada de errado com o ciclo de crescimento dos fios.

O que pode causar alopecia?

As causas da alopecia são várias, porém geralmente estão relacionadas com predisposições genéticas e hormonais. Confira outros fatores associados ao desenvolvimento da condição:

  1. Má alimentação; 
  2. Falta de vitaminas;
  3. Estresse;
  4. Excesso de oleosidade (dermatite seborreica);
  5. Reação adversa a medicamentos; 
  6. Tratamentos como a quimioterapia;
  7. Problemas na tireoide;
  8. Traumas na região;
  9. Infecções causadas por fungos ou bactérias;
  10. Tratamento de beleza com produtos químicos que agridem o couro cabeludo.

Como tratar e prevenir a alopecia feminina?

Antes de falar sobre tratamento é importante lembrar que calvície feminina não tem cura, mas tem tratamento. Existem diversos métodos para tratar a alopecia, desde medicações tradicionais até procedimentos mais modernos que retardam a queda de cabelo.

Aos primeiros sinais de que existe algo errado, é importante buscar ajuda de um médico dermatologista, de preferência, que seja especializado em tricologia (área da dermatologia especializada em cabelo).

O tratamento depende do tipo de alopecia e da gravidade da queda capilar. Alguns tipos são mais agressivos e afetam diretamente as células-tronco presentes no folículo, responsáveis por iniciar o ciclo de crescimento capilar. Quando destruídas, resultam em uma redução permanente da densidade de folículos pilosos na região acometida.

A alopecia pode estar relacionada à doenças autoimunes, diabetes, hipotireoidismo entre outras doenças mais graves. Por esse motivo, é fundamental passar por uma avaliação médica para entender a causa da queda e seguir o tratamento correto.

Como prevenir a alopecia?

Manter os fios saudáveis pode ajudar para quem sofre com esse tipo de problema. Já existem no mercado de cosméticos alguns produtos profissionais que ajudam a manter a saúde dos fios e do couro cabeludo. 

O Cleansing Conditioner é uma terapia capilar para couro cabeludo e fios sensibilizados da Stephen Knoll. Ele limpa sem ressecar, tonifica e acalma o couro cabeludo sensível, além de hidratar com suavidade os fios, deixando os cabelos leves, com balanço natural e brilho.

Um produto formulado com tecnologia japonesa, que hidrata o couro cabeludo e os fios de forma equilibrada, ajudando no controle da descamação, do ressecamento ou do excesso de oleosidade. O Cleansing Conditioner proporciona uma sensação de alívio e refrescância, que pode ajudar no dia a dia das pessoas que sofrem com alopecia.

Outra função importante do Cleansing Conditioner é que ele esfolia, estimula a circulação, desobstrui os poros, contribuindo para um crescimento mais saudável dos fios. Ele também possui uma ação reparadora que deixa a fibra capilar mais forte e resistente.

O Cleansing Conditioner é indicado para todos os tipos de cabelo, desde os fios mais grossos até os mais delicados. Por já possuir uma ação hidratante, ele pode ser utilizado uma ou duas vezes na semana como substituto do shampoo e do condicionador.

Dica de ouro: durante a aplicação do Cleansing Conditioner é importante massagear toda a extensão do couro cabeludo para que o produto aja corretamente.

Para pacientes em tratamento de alopecia, aconselhamos que converse com seu médico antes de inserir o Cleansing Conditioner em sua rotina diária. Nesses casos, é muito importante passar por uma avaliação médica antes de utilizar qualquer cosmético capilar.

Não deixe a alopecia interferir na sua autoestima, a beleza feminina vai muito além do cabelo. Busque ajuda profissional e aprenda a conviver com a alopecia da melhor forma.

CONTEÚDOS RELACIONADOS

0
    0
    MEU CARRINHO
    SEU CARRINHO ESTÁ VAZIORETORNAR PARA A LOJA