Carregando Carregando...
Fechar menu
Fechar menu

Meu carrinho (0 itens)

As 11 piores coisas que você pode fazer com seu cabelo

Saúde

Cabelos lindos, fortes, sedosos e brilhosos: tem sonho maior?

A melhor forma de chegar lá é com certeza manter bons e contínuos cuidados com os cabelos e uma dieta bem balanceada, mas nós da Casa Kosé sabemos que manter o cabelo saudável fica ainda mais fácil se você reconhecer quais hábitos do dia a dia são nocivos para ele.

Pra te ajudar com isso, conversamos com ninguém menos que os cabeleireiros do Stephen Knoll Salon em Nova York! Chique, né? Se liga nas dicas que eles passaram sobre como evitar facilmente essas armadilhas capilares diárias. Conheça quais os principais erros que você pode cometer contra os seus fiozinhos!

1 – Esperar muito tempo para aparar ou cortar os cabelos

Nada de querer bancar a Rapunzel, hein? Cabelo tem que ser cortado com frequência! Se você tem cabelos crespos ou quebradiços, se o corte está sempre desarrumado e sem forma, se ele embaraça facilmente ou tem muitos nós, com certeza já passou da hora de visitar o salão e cortar o cabelo, mesmo que você goste do look compridão.

Parece absurdo, mas cortando os cabelos com mais frequência, eles crescem mais fortes no comprimento, podendo assim ficarem mais compridos e saudáveis. Não porque seu cabelo vai crescer mais rápido, isso é mito, como você vai ver já já. Mas é porque as pontas ficam mais fortes, fazendo com que os fios não quebrem.

Na verdade, a hairstylist Ramona Azcona recomenda aparar entre 0,5 e 1,5 centímetros a cada 12 semanas (mais ou menos a cada três meses) se você estiver deixando seu cabelo crescer.

“É um mito que cortar seu cabelo com mais frequência fará seu cabelo crescer mais rápido, já que fisiologicamente os fios crescem apenas cerca de meia polegada por mês!”

Além disso, Ramona diz que você também pode precisar cortar um pouco mais se a fibra se apresentar acima das pontas. “Encontre um cabeleireiro que você confie e deixe que ele corte o que for necessário para manter a saúde da fibra”.

2 – Lavar o cabelo com muita frequência – ou não o suficiente

Ok ok, você provavelmente já sabe que lavar os cabelos mais do que o necessário pode remover os óleos naturais que os mantêm saudáveis, deixando a fibra fraquinha e aumentando a chance de quebra. Isso não é novidade, né? Mas lembre-se que nenhum exagero é bom; lavar o cabelo com pouca frequência pode não ser a resposta também, ok?

“Os poros do couro cabeludo podem ficar bloqueados devido ao excesso de oleosidade, o que atrairá ainda mais sujeira e resíduos”, diz Kenneth Tepper. Ou seja: tem que achar a medida certa.

Mas como a gente sabe a frequência? A dica é simples: preste atenção aos seus cabelos e couro cabeludo, e lave sempre que necessário. “Se você vai à academia todos os dias e tende a suar muito, ou vai à praia e piscina, lave seus cabelos todos os dias com um shampoo suave e hidratante.

Agora, a maioria das pessoas pode lavar dia sim, dia não sem maiores problemas.” Entre as lavagens, se você tem couro cabeludo oleoso, use um creme de limpeza ou shampoo seco nas raízes. Bom senso é sempre o seu melhor amigo!

3 – Enxaguar os cabelos com água muito quente

Entre as inimigas número um do cabelo, está a água quente. Da mesma forma que o calor do secador ou da chapinha faz mal, o mesmo vale para o calor da água. “Se a água está muito quente para tocar, pode ter a certeza de que está muito quente para colocar em seu cabelo – na verdade, isso pode ser incrivelmente prejudicial”, alerta Ramona.

Mas qual a temperatura certa? Ramona explica isso também! “É, sim, bom usar água morna para enxaguar o shampoo, pois isso permite que as cutículas do seu cabelo se abram e garante que seus fios estejam limpos de dentro para fora.”

Mas, depois de usar o condicionador, enxágue com água quase fria para selar a cutícula fechada. Isso adiciona um brilho super lindo que durará até a próxima lavagem, deixando seu cabelo ainda mais incrível.

4 – Não usar um shampoo especialmente formulados para cabelos coloridos

Quem gosta de usar cabelos tingidos precisa lembrar que é super importante seguir certos cuidados, se não a cor desbota rapidinho. Usar shampoo apropriado é um deles.

Sem um shampoo especial, a coloração vai desbotar muito mais rápido e seu cabelo vai ficar ressecado”, diz o colorista Nicolai Loor. “O shampoo Color Repair da SKNY limpa suavemente sem descolorir e fornece a hidratação adequada para cabelos coloridos”.

Se você clareia os cabelos ou faz luzes, tome cuidado com os shampoos matizadores que prometem iluminar sua cor. “Estes shampoos não devem ser usados com frequência, pois se usar o shampoo roxo em excesso, os fios podem perder o brilho e até mudar a tonalidade da cor”, diz Nicolai.

Alterne o shampoo matizador com shampoos e cremes hidratantes para não perder a saúde nem a cor dos cabelos!

5 – Aplicar condicionador nas raízes

Essa já é uma dica bem conhecida, mas não custa relembrar! Ao aplicar o condicionador, é melhor começar na metade do seu cabelo e seguir em direção às pontas.

“As pontas são as partes mais antigas dos fios, o que significa que estão na sua cabeça há mais tempo e contêm a menor quantidade de umidade interna, então esta é a área que precisa de mais condicionamento”, diz Kenneth.

Usar a quantidade certa de produto também é fundamental,ok? “O quanto de condicionador você precisa vai depender do comprimento, da espessura e da textura do seu cabelo, então pergunte ao seu cabeleireiro a quantidade correta que você deve usar.” Não adianta seguir dicas prontas, porque cada cabelo tem as suas características!

6 – Escovar os cabelos molhados

Escovar o cabelo molhado pode não ser uma ideia legal, por um motivo mais simples: não só ele fica mais pesado, mas também mais elástico e delicado, e fica mais sujeito a se quebrar.

Você pode fazer um experimento e comprovar isso na próxima vez que lavar o cabelo: selecione um fio e tente quebrá-lo. Você vai ver que ele parte super fácil quando está molhado, muito mais do que quando está seco. Agora pense fazer isso em centenas de fios ao mesmo tempo; é o que a escova vai fazer com o seu cabelo se você escová-lo molhado.

Em vez de desembaraçar os cabelos depois do banho, escove o cabelo antes de entrar no chuveiro – especialmente se você tiver algum produto modelador nele (spray, texturizador, etc.).

“Dar ao seu cabelo uma boa escovada antes de molhá-lo é a chave para evitar ter que desembaraçar depois,” diz Ramona. Você pode ajeitar os fios com os dedos depois do banho para dar o formato certo, mas não precisa tirar os nós.

7 – Secar os cabelos com a toalha de banho

A cena é clássica: a gente sai do chuveiro, pega uma única toalha e seca o corpo e os cabelos. Alguns mais cuidadosos escolhem uma toalha só pro cabelo, mas igual a do corpo.

De qualquer forma, isso é um grande erro, diz Ramona. “Não importa o quanto “low maintenance” você seja – não estique e puxe os cabelos molhados e delicados!” Além disso, as fibras da toalha comum acabam contribuindo para o frizz no cabelo, então evite esfregar os fios.

Em vez de passar a toalha agressivamente nos cabelos, coloque-os num turbante de microfibra ou algodão e não muito apertado, e aperte com os dedos suavemente para retirar o excesso de água.

“Tanto faz se for de cabeça para baixo, do lado direito para cima, da maneira que preferir. A ideia é retirar o excesso de umidade dos cabelos”. No mais, é sempre melhor deixar o cabelo secar naturalmente do que usar o secador.

8 – Não usar um protetor térmico

Tudo bem, embora seja melhor deixar secar ao natural, às vezes não dá pra evitar o secador. E sabemos que você já ouviu isso muitas vezes, mas não custa repetir: “Um protetor térmico é essencial para evitar danos ao cabelo“, diz Kenneth. “Ele ajuda o cabelo a manter a umidade interna e evitar o excesso de quebra, revestindo e protegendo seus fios”.

Você pode aplicar o protetor no cabelo úmido ou seco, antes de começar a modelar com calor com o secador de cabelo ou a chapinha.

“Certifique-se de aplicar sobre cada mecha que será exposta ao calor, mas não use muito ao ponto de ensopar os cabelos,” alerta Kenneth. “Se o produto for de boa qualidade, toque leve é mais que suficiente”. Assim, você protege seus fios de todos os danos do secador e deixa eles super saudáveis!

9 – Usar produtos demais

A gente sabe que às vezes dá vontade de sair comprando mil produtos para arrumar nosso cabelo, afinal são muitas fragrâncias e efeitos que queremos experimentar!

Mas a última coisa que você quer fazer é causar acúmulo de produtos e retirar a oleosidade natural dos seus fios. Especialmente para quem tem cabelos finos, corre o risco de ele ficar com uma aparência super pesada que você com certeza não queria alcançar.

Para o cabelo natural, o acúmulo de produtos pode ressecar os fios, porque eles acabam revestindo a cutícula e impedindo a entrada de hidratantes.

Tudo bem, quem tem cabelo grosso pode até aguentar mais produtos, mas não é necessário. Comece com menos do que você acha que precisa, e se sentir a necessidade você inclui coisas novas na rotina. “Todo mundo precisa de um bom protetor térmico, um bom sérum reparador, e um creme para pentear”, diz Ramona.

“Se você quiser usar outros produtos ou não tiver certeza se está aplicando muito, experimente aplicá-los nas mãos molhadas para diluir um pouco – você sempre pode adicionar mais se precisar”. Como a gente já disse antes, bom senso é sempre a chave.

10 – Misturar shampoos e condicionadores diferentes

Parece discurso de marketing, mas é importante sempre usar o conjunto Shampoo e Condicionador da mesma marca. A gente jura que não é só porque fica mais bonitinho no banheiro, há um motivo bem lógico para isso. “Shampoos e condicionadores são desenvolvidos e testados para eficácia em pares, o que permite que seus fabricantes otimizem os ingredientes para suas funções individuais”, diz Kenneth.

“Misturar marcas ou coleções pode produzir resultados menos eficazes, incluindo condicionamento insuficiente ou excessivo”. Então, se você quer variar, tenha linhas diferentes para alternar nas lavagens, mas sempre compre o parzinho.

11- Não fazer usar uma boa máscara capilar

Muito se engana quem acha que a máscara é só pra de vez em quando, ou para cabelo extremamente ressecado. Ela é tão importante quanto a lavagem e o condicionamento.

“Eu fico pasmo quando uma cliente me diz que só usa uma máscara capilar quando vem ao salão a cada 6 a 10 semanas,” diz Nicolai. Você já ficou brava porque o seu cabelo nunca mantém aquela aparência de revista de quando você vai no salão? Provavelmente é por esse motivo!

“Nunca é tarde para aprender sobre os benefícios de um bom condicionamento intensivo, e quando isso acontece você vai querer fazer isso todas as vezes que lavar os cabelos.” Mas cuidado: nossa dica é só fazer isso se o seu cabelo estiver muito danificado. “Caso contrário, usar uma boa máscara semanalmente é suficiente”.

Agora você já sabe quais errinhos evitar para garantir que seu cabelo vai ficar super saudável e lindo. Confessa pra gente nos comentários, você tinha algum desses hábitos? Pode contar, a gente vai adorar saber que te ajudou a mudar sua rotina para cuidar melhor do cabelo!

E se você quiser mais diquinhas para cuidar das madeixas, segue a gente nas redes sociais e fica de olho no nosso blog. A gente traz novidades para você toda semana!

Beijinhos, Linda Dumas.